Resenha: Qual Seu Número?






Título:Qual seu número?
Título Original: What´s Yor Number?
Autora: Karyn Bosnak
Editora: Novo Conceito.
Páginas:414
Ano: 2011.


Sinopse:
Delilah Darling tem quase 30 anos e já se relacionou com 19 rapazes. Sua vida sentimental não tem sido exatamente brilhante, pois todo cara que conhece parece fugir do relacionamento. Quando lê uma matéria no jornal em que a média de homens para uma mulher de 30 anos é de 10,5, fica desesperada e assustada por estar muito acima dela. Além de tudo, o artigo no jornal terminava falando que, se a mulher tivesse o número acima dessa média, seria impossível a pessoa certa. Na tentativa de não aumentar seu número e perder de vez a chance de se casar, Delilah sai à procura de seus antigos namorados e tenta reconquistá-los. Será que um deles estará disposto a esquecer o passado e começar uma linda história de amor? Qual Seu Número? revela os segredos de cada mulher e prova que, quando se trata de assuntos do coração, números são apenas uma fração de tempo.



Opinião: A autora nos mostra a Delilah Darling uma jovem de 29 anos e a primeira coisa que sabemos dela é que ela é uma garota fácil.
Chegando perto dos 30 anos e após o seu último rompimento, ela recebe a noticia que sua irmã mais nova vai casar daqui a algumas semanas. Além disso sua mãe vive no seu pé, querendo controlar os mínimos detalhes de sua vida.
Não bastasse tudo isso acontecendo em sua frustrada vida amorosa ela lê uma reportagem em uma revista que diz que a média de homens que as mulheres ficam ao longo da vida que é 10,5, ela já ficou com 19 homens. Ela toma uma decisão um pouco precipitada de que o número 20 vai ser o seu futuro marido.
Só que ela não esperava que uma grande reviravolta acontecesse em sua vida. A empresa na qual ela trabalha começa a passar por alguns problemas judicias e ela junto com mais alguns colegas de trabalho são demitidos. Um dia após a demissão ela acorda em uma casa estranha e começa a se recordar do que fez na noite passada, e aconteceu o que ela menos desejava, ela acabou ficando com o numero o seu número 20 e  ele é o odioso chefe de departamento dela.
Decidida a não ter mais nenhum homem em sua lista, ela decide partir em uma aventura atrás dos seus ex-namorados. Já que ela está sem emprego e nenhuma perspectiva na sua vida ela parte nessa louca aventura. Ela pede ajuda a seu lindo vizinho Colin, que trabalha nas horas vagas como detetive particular, para encontrar os seus ex.
Ela começa a se meter em varias confusões pelos USA em busca do amor da sua vida, e essas partes são bem engraçadas.
O que ela esperava era reencontrar um desses caras e que ele magicamente tivesse mudado e quem sabe se tornado o seu príncipe encantado. Mais ela acaba tendo varias decepções e como sempre vem mantendo contato com Colin seu lindo vizinho, ela acaba se aproximando muito dele, eles se tornam muito próximos.
Bom eu achei essa motivação dela em ir atrás dos seus ex muito boba, e pra mim esse livro não fluiu bem. Tá em seu que é um chick-lit e que por isso mesmo tem tantas loucuras, mas simplesmente não me apaguei a personagem principal. E infelizmente quando isso acontece em um livro narrado pela protagonista, fica realmente difícil a leitura.
Confesso que apesar de dar muitas risadas demorei bastante para terminar e deu um alivio quando terminei rsrsrs.
O final foi bem legal, eu gostei de como a autora finalizou o livro. Quem gosta de chick-lits vai gostar do livro. Uma pena que ele não fluiu para mim.


"À medida que minha tristeza se transforma em raiva e a adrenalina corre pelo meu corpo, sinto a minha motivação. Eu quero sair daqui. Quero sair do Ritz. Quero sair da Filadélfia, com aquilo na cabeça, eu arrumo as malas, deixando a cesta e todos os produtos para trás, mas aproveito para levar tudo que tem no frigobar.Tente consegui um ressarcimento por isso, seu desgraçado."

8 comentários

  1. Oi linda! Não conhecia o livro apesar de ter assistido o filme. Achei aquele tipo de filme para se assistir quanto se quer descansar, sem mto envolvimento. Pena que não fluiu! (ao menos no filme foi ótimo ver o vizinho ahaha)
    uma abraço!
    Pan
    http://www.punkystore.com.br
    http://pasmind.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Oi Erika!

    Eu gosto de ler algo do gênero para me divertir. A história parece bem leve e engraçada, mas acabei vendo o filme e não me empolgando muito em ler o livro. Gostei muito da resenha.

    Beijos

    http://poesiasprosasealgomais.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Quero ler esse livro, mas to pobre no momento

    ResponderExcluir
  4. uma pena esse livro não ter feito muito a sua o/ não sou a maior fã de chick-lits o/ mas esse parece ser bem legal o/
    acervo-de-livros.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Esse livro parece ser ótimo,
    quero muito lê-lo.

    http://soubibliofila.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. ainda quero ler esse livro, parece ser muito bom.
    Parabéns pelo blog lindo!!!

    ResponderExcluir
  7. Lembro que quando o livro foi lançado estava na expectativa devido ao filme, e como gosto de comédias românticas, imaginei que a leitura seria muito divertida - até porque essa ideia da protagonista é maluca, como você citou.
    De fato é uma leitura divertida, mas faltou algo. Talvez mostrar uma personagem muito feminista (se é que a palavra ideal) tenha atrapalhado um pouco. De qualquer forma, é ótimo para passar o tempo - isso quando a leitura não se arrasta :(

    Beijos,
    Ricardo - www.overshockblog.com.br

    ResponderExcluir
  8. Eu ainda não li o livro, somente vi o filme e gostei bastante. Tenho o livro em casa, mas ainda não tive tempo para ler.
    Beijos,
    Fernanda,
    http://www.lendoeesmaltando.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Obrigado pelo comentário!!!

Se tiver blog deixe o link para que eu retribua a visita!!!!